Buscar
  • Colaborador

A vida eterna de Deus: Cristo

Atualizado: Mar 12


"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" (João 14:6). Cristo é a vida eterna manifestada a todos os homens. Tudo o que ele fez na terra foi por meio de Sua vida. Em suas ações, sentimentos, vontades, pensamentos, curas, libertações e promessas, Cristo tinha como motivação produzir a vida eterna.

Ao dizer que é a vida, Ele proclamou para o universo que era o único capaz de dar a vida eterna ao homem. Todas as coisas criadas expressam em parte a essência da vida poderosa de Deus. A natureza, a terra, os animais, o mar, o sol, a lua, as estrelas, os planetas, todas essas maravilhas refletem que existe um Criador cheio de vida. Mas Cristo é a exata e completa manifestação da vida divina. Ele não somente a refletia ao falar com os homens, porém, muito mais que isso, Ele é Deus. Ele é a própria vida.

Quando dizemos que Cristo é a própria vida, isso significa que fora dele nenhuma vida pode se sustentar. Todos os tipos de vida são dependentes da vida de Cristo. Só podem existir porque Ele existe. Ele, porém, é a vida sem começo, meio e fim. Ninguém veio antes Dele. Ele não precisa de sustentação ou depender de alguém. Na eternidade passada quando nada existia, Ele já era a vida perfeita de Deus.


De maneira soberana, ao criar o homem com seus inúmeros detalhes, Deus criou também em seu coração uma necessidade eterna de receber a vida de Cristo. No coração humano existe um lugar que somente algo eterno pode satisfazer e preencher (Eclesiastes 3:11). Cristo veio e manifestou a vida eterna de Deus para que o homem seja suprido, alimentado e eternamente satisfeito. "Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância" (João 10:10).

Amado leitor, todos os tipos de vida que observamos não se comparam com a de Cristo. Elas, no máximo, refletem a vida gloriosa de Deus. Cristo, porém, é a própria vida gloriosa de Deus. Nenhum tipo de vida, por mais bela e poderosa que seja, poderá nos salvar da condenação eterna. Precisamos aceitar a vida de Cristo. Lembre sempre que, em nosso coração, Deus colocou a eternidade, e nenhum tipo de vida poderá nos completar. Somente a vida de Cristo que é eterna poderá preencher todos os espaços.

Oremos: Amado Cristo de Deus, somente Tu és a exata e perfeita vida divina. Toda criação reflete em parte essa vida, porém tu, Senhor, és a própria vida. Tua vida é que sustenta todas as outras. Senhor, já tentei preencher o espaço da eternidade em mim com outras vidas porém somente Tu és capaz de preencher todo vazio. Tu és eterno e amoroso. Senhor, quero ter experiência com a vida eterna. Preenche-me, Senhor. Amém!


*Texto extraído do Jornal Árvore da Vida, edição 318 ano 30


Deseja ler mais temas? então adquira sua assinatura do Jornal Árvore da Vida (JAV) e tenha acesso a todo nosso editorial e tenha em mãos mais conteúdos de vida baseado totalmente na pura Palavra de Deus, a Bíblia.


3 visualizações

Venha nos visitar

Sábado 19:30 - 21:30 (Ministerial)

Domingo 9:30 - 11:30 (Partir do Pão)

Terça-Feira 19:30 - 20:30 (Reunião de Oração)

 

Endereço: R. São Paulo, 31 - Vila Monteiro (Gleba I), São Carlos - SP, 13560-340

Entre em contato

Email: igscar.sp@gmail.com

  • YouTube
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Instituto Vida para Todos
  • Rádio Vida para Todos
  • Mensagens da Conferência
  • Editora Árvore da Vida